- Anunciante -spot_img
InícioDestaqueDNIT anuncia trâmite avançado da duplicação entre Rondonópolis a GO

DNIT anuncia trâmite avançado da duplicação entre Rondonópolis a GO

- Anúncio -spot_img

O novo superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes DNIT, em Mato Grosso, Antonio Gabriel Oliveira dos Santos, anunciou em audiência pública online, da Câmara de Vereadores de Rondonópolis, nos últimos dias, que a duplicação da BR 364, no trecho entre a cidade até a divisa com o estado de Goiás, está em estágio administrativo avançado.

Segundo explica a vereadora Kalynka Meirelles (REPUBLICANOS), participante do debate virtual – que tinha como foco principal melhorias na travessia urbana na região do Verde Teto – o encaminhamento da duplicação é via concessão, que partiria de Rondonópolis, passando por Pedra Preta e Alto Garças, até chegar em Alto Araguaia, já na divisa com o estado vizinho.

“É uma grande notícia pra Rondonópolis e Mato Grosso, de maneira geral. Temos atividades e uma cadeira produtiva similar a de Goiás e ao ter essa infraestrutura logística melhorada muitos negócios devem ser feitos a partir disso e outros intensificados. O reflexo disso, obviamente, é emprego, qualidade de vida e também segurança para as milhares de pessoas que utilizam este trajeto”, comentou.

Em relação ao Verde Teto, tema central do encontro e razão da audiência chamada pelo vereador Subtenente Guinâncio (PSDB), lideranças comunitárias alertaram para o alto número de acidentes que ocorrem próximo a região da ponte sobre o Rio Lourencinho, onde ocorre um afunilamento perigoso para um trânsito de veículos pesados, como é o da região.

“Esse problema precisa de uma solução imediata. O Miguel Mendes, que representa a ATC, onde estão as maiores empresas de transporte da nossa cidade, testemunhou a preocupação na audiência, bem como lideranças comunitárias e membros das nossas forças policiais. A duplicação da ponte, que resultaria no alargamento da passagem, é o melhor caminho, no entanto, não é algo que sairá da noite pro dia. Então, precisamos de uma paliativo que remedie a demanda”, avaliou Kalynka.

O superintendente da Polícia Rodoviária Federal – PRF, Élcio Lucena, sugeriu no debate a instalação de lombadas eletrônicas nas proximidades da ponte, o que forçaria os veículos a reduzirem a velocidade, bem como auxiliaria as forças de segurança a terem mais um recurso de controle sobre os milhares de veículos que passam pela rodovia federal que corta Rondonópolis.

Kalynka acrescenta ainda que uma ideia de um representante popular, que geraria baixo custo de investimento e solução imediata, surgiu como uma saída interessante. “Sebastião Lima, que inclusive já foi vereador em nosso Município, sugeriu que seja retirada aquela última alça de canteiro próxima a ponte, o que faria o afunilamento perto dela não ser tão imediato, facilitando sobretudo a vida dos tantos caminhoneiros que ali trafegam todo dia. Podemos resolver a questão com ações de curto, médio e longo prazo”, concluiu.

Fonte: Agora MT

- Anúncio -spot_img

Enquete

O que você esta achando da atual administração do seu Município?

- Anúncio -spot_img

Estamos Conectados

16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever

Mais Lida

- Anúncio -spot_img

Matérias Relacionadas

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui