- Anunciante -spot_img
InícioDestaqueDeputados da região são contra antecipação de feriados

Deputados da região são contra antecipação de feriados

- Anúncio -spot_img

Deputados revelaram ter recebido mensagens e ligações de lideranças preocupadas com os efeitos negativos do ‘feriadão anti-covid’ na economia.

Os quatro deputados estaduais com base eleitoral em Rondonópolis anteciparam que vão votar contra a proposta de antecipação de feriados apresentada pelo Governo do Estado. As declarações foram feitas antes mesmo da chegada da mensagem à Assembleia Legislativa e seguem o mesmo posicionamento manifesto pela maioria dos deputados da Casa.

O Governo do Estado propõe a antecipação dos feriados de Corpus Christi, Consciência Negra, Dia do Servidor Público, Dia do Trabalhador e aniversário dos municípios, que serão emendados com o feriado da Semana Santa, que ocorre na próxima semana. A medida visa conter a disseminação do coronavírus e é recomendada por especialistas da Saúde.

Claudinei Lopes (PSL), Nininho(PSD), Thiago Silva (MDB) e Sebastião Rezende (PSC) disseram que receberam centenas de mensagens e ligações de empresários e lideranças pedindo que eles votassem contra a medida.

Os parlamentares também afirmaram não acreditar que os feriados surtam os efeitos desejados pelo Governo. Segundo eles, a medida vai penalizar os setores da economia e pode resultar em mais aglomerações.

DECLARAÇÕES

O deputado Claudinei Lopes (PSL) colocou em dúvida a capacidade do Estado impedir aglomerações durante o feriado. “O Governo disse que ampliará a fiscalização para evitar aglomerações neste período. Mas será que vamos ter policiais para fiscalizar rodovias, estradas vicinais em todas as regiões do nosso Mato Grosso?”, indagou. Segundo ele a medida “será um prejuízo grande para os comerciantes, que depois desses 10 dias continuarão tendo de pagar seus impostos”.

O deputado Thiago Silva (MDB) criticou os prefeitos que usaram em obras e outros gastos os recursos enviados pelo Governo Federal para combater a Covid-19. “–Infelizmente muitos prefeitos não utilizaram corretamente os recursos contra a Covid-19, priorizaram obras em detrimento da prevenção”, afirmou. “Isso (a antecipação) não é solução. Defendo a ampliação do horário de atendimento para evitar aglomerações e mecanismos para ajudar os pequenos que estão sofrendo muito neste momento”.

Sebastião Rezende (PSC) também chamou a atenção para os prejuízos econômicos e disse que já havia comunicado ao governador sua posição contrária a proposta. “Antecipar feriado não vai resolver esse problema, até porque as pessoas vão se juntar nos rios, sítios, fazendas, e infelizmente podemos ter aí um número de infecção muito maior”.  Para Rezende é preciso investir mais em testes e triagem de doentes e também “que todos centrem esforços com a bancada federa na busca por mais vacinas”.

O deputado Nininho (PSC) também chamou a atenção para a necessidade de acelerar o processo de vacinação e alertou para os riscos que a antecipação dos feriados teria para o comércio e a economia de uma forma geral. “Não é a melhor alternativa. Não podemos fazer com que nossos geradores de emprego percam sua competitividade e tenham de dispensar seus funcionários. Nossos trabalhadores devem ter o direito de buscar o sustento das suas famílias com seus empregos”, concluiu.

A mensagem do Governador deve ser votada ainda na sessão de hoje.

Por: Eduardo Ramos

Fonte: AgoraMT

- Anúncio -spot_img

Enquete

O que você esta achando da atual administração do seu Município?

- Anúncio -spot_img

Estamos Conectados

16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever

Mais Lida

- Anúncio -spot_img

Matérias Relacionadas

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui