Keno avalia fase artilheira, moral com Sampaoli e responde Renato sobre vantagem do Atlético-MG

0
29
Keno avalia fase artilheira, moral com Sampaoli e responde Renato sobre vantagem do Atlético-MG

O Atlético-MG é o líder isolado do Brasileirão, com um jogo a menos em relação ao vice-líder Internacional, e tem Keno em uma fase espetacular. O atacante do Galo (autor de seis gols nos últimos dois jogos) concedeu entrevista coletiva nessa terça-feira e falou sobre o momento mágico que vive, a fase artilheira e a confiança que recebe dos companheiros e de Jorge Sampaoli.

– Estou indo muito bem, a forma física está voltando, o futebol também. Todo mundo estava esperando isso. Questão de tempo, estou me adaptando bem aos treinamentos. Meus companheiros me apoiam bastante. Com eles me apoiando o tempo todo, vou ter mais confiança nas partidas. É isso que eles me passam. Estou muito confiante nos jogos, e com fé vai dar tudo certo – disse.

– Desde quando eu cheguei, a primeira vez, ele (Sampaoli) sempre vem passando confiança pra mim. Ele conversou bastante comigo, disse que com ele é muito intenso, tem que trabalhar muito, correr muito, sempre me apoiando nos momentos em que eu não estava vivendo um momento bom, no início das competições. Mas eu estava com a cabeça tranquila, porque eu sabia que uma hora ia voltar tudo ao normal, ia voltar a me dar bem, porque conheço meu corpo, meu futebol. A conversa que tenho com o Sampaoli, com o grupo, o pessoal me apoiando, dá confiança. Aí as coisas acontecem e dão certo, como estão acontecendo agora – completou.

Keno vive fase iluminada no Atlético — Foto: Pedro Souza/Atlético

– A gente cansa menos, treina mais. Isso favorece um pouco o Atlético, mas não dá pra dizer que a gente é obrigado a ser campeão porque está jogando só o Brasileiro. Não, o campeonato é difícil. Tem Grêmio, Inter, São Paulo, Flamengo. O Flamengo foi campeão ano passado do Brasileiro e da Libertadores. A gente não quer saber se outros times estão jogando Libertadores, Copa do Brasil. Temos que focar aqui. O Atlético está disputando só o Brasileiro, então temos que brigar pelo Brasileiro. Se outras equipes estão disputando outros campeonatos é porque classificaram. A gente tem que concentrar aqui, esquecer o que eles dizem lá, e bola pra frente.

Jogadores do Atlético-MG comemoram gol de Keno — Foto: Pedro Souza/Atlético-MG

– Não sou muito de fazer gol. Sou mais de assistência, de ajudar os companheiros. A fase pode ter mudado, estou aproveitando as chances que estão aparecendo ali na frente do gol, e tem que estar preparado. Importante é conseguir a vitória. Estou vivendo uma fase boa, os companheiros estão ajudando bastante, o treinador tem me dado muito apoio. A fase boa está acontecendo, então tenho que abraçar, senão as coisas complicam. O mais importante, como venho falando, é a gente jogar bem, dedicar, correr o tempo todo, que as coisas acontecem.

Gols parecidos contra o Atlético-GO e o Grêmio, em jogadas rápidas pela esquerda

– Treinamento. A gente treina bastante. Tivemos duas semanas cheias pra treinar saída de bola, contra-ataque, linha alta, linha baixa. Estamos preparados pra tudo. No momento do jogo temos que pensar rápido, ler, saber o que está acontecendo no jogo, para no momento certo poder atacar e fazer o gol. Contra o Atlético-GO a gente conseguiu, contra o Grêmio, o Everson deu o lançamento e consegui fazer o gol. Isso tudo é treinamento. O que o Sampaoli pede a gente faz dentro de campo.

Sampaoli com Keno em treino do Atlético-MG — Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Pressão para manter a boa fase e o foco no coletivo

– Pressão a gente tem a todo momento. A cada jogo o torcedor quer que a gente jogue bem e ganhe. A gente tem que estar bastante preparado. Como o Sampaoli falou: num dia que eu não estiver bem, que o time esteja preparado pra fazer o gol. Se eu não fizer o gol, vou fazer de tudo pro meu companheiro fazer, vou correr bastante. Não sou egoísta. Eles vêm me ajudando bastante. Se estou fazendo gol, é porque eles estão me ajudando. Se um dia eu não fizer, com meu trabalho, força e dedicação, vou poder ajudar a equipe a fazer o gol. O mais importante é a vitória, os três pontos.

– Tem que treinar. Com o Sampaoli não tem essa, a gente sabe. Estou aqui há três meses, a gente tem que se dedicar bastante nos treinamentos. Não é porque fiz seis gols em dois jogos que vou relaxar, não. Tenho que treinar mais ainda, meus companheiros têm que treinar mais ainda, pra quem for entrar dar conta do recado. Não tem moleza com ele, não.

Espera, a partir de agora, uma marcação mais forte dos adversários no lado esquerdo do ataque do Galo?

– Todo jogo tem um esquema. Os times vão vir agora ligados no lado esquerdo do Atlético. Os dois lados são fortes. Como fiz dois jogos e seis gols, vão vir bastante ligados, mas o Sampaoli é um treinador que estuda os adversários. A gente não sabe quem vai jogar. Ele dá uma escalação, depois ele muda, estudando o adversário. Temos que estar sempre preparados, pra quem for entrar dar conta do recado, independentemente de quem for jogar.

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui