Candidatos à Prefeitura do Rio e SP apostam na polarização entre Lula e Bolsonaro

0
36
Candidatos à Prefeitura do Rio e SP apostam na polarização entre Lula e Bolsonaro

Em Rio e SP, bolsonaristas e petistas tentam reviver clima das últimas eleições para chegar ao 2º turno

Bernardo Mello, Guilherme Caetano, Sérgio Roxo e Silvia Amorim

30/09/2020 – 05:07

Eduardo Bolsonaro, Benedita da Silva e Jilmar Tatto Foto: Agência O Globo

RIO e SÃO PAULO — Com apoio do presidente Jair Bolsonaro ou do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidatos a prefeituras de capitais como Rio e São Paulo apostam na reedição do debate polarizado das eleições de 2018, entre bolsonaristas e petistas, como atalho para chegar ao segundo turno nas disputas municipais. A estratégia que beneficia os dois polos da disputa política no plano nacional serve também à tentativa de esvaziar candidaturas mais ao centro, como Bruno Covas (PSDB) e Eduardo Paes (DEM), que evitam nacionalizar a campanha e pretendem levar a pauta para as questões locais.

Campanha: Vereadores ‘esquecem’ candidatos à prefeitura do Rio na campanha virtual

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que articulou candidaturas alinhadas ao presidente em cidades paulistas, afirmou a correligionários que a eleição deste ano marca uma “guerra contra a esquerda”, repetindo o discurso da candidatura do pai à presidência há dois anos. O discurso ocorreu em um evento conservador em Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo, na noite de segunda-feira. O PT, por sua vez, planeja uma participação ativa de Lula nas campanhas de grandes cidades. Além de ter articulado alianças eleitorais na reta final do registro de candidaturas, Lula gravará mensagens de apoio a Jilmar Tatto, em São Paulo, e Benedita da Silva, no Rio. A avaliação de dirigentes do PT é que o apoio de Lula tem potencial para cativar pelo menos um terço do eleitorado.

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui