Chuva forte provoca alagamentos e interdita corredor do BRT; teto de unidades de saúde desabam

0
6
Chuva forte provoca alagamentos e interdita corredor do BRT; teto de unidades de saúde desabam

O Rio de Janeiro tem uma tarde de ruas alagadas nesta terça-feira (22). Chove desde a madrugada na cidade e o trânsito segue complicado em diversas vias da cidade por causa de alagamentos, algumas delas estão completamente interditadas. As sirenes das comunidades da Rocinha, da Formiga e do Sítio Pai João foram acionadas. Tetos de 3 unidades de saúde não resistiram e desabaram.

A primavera começou às 10h31. Desde 8h15, o município está em estágio de atenção, segundo o Centro de Operações Rio (COR).

O COR informou ainda que um núcleo de chuva está estacionado na altura do Maciço da Tijuca. Dados do Alerta Rio indicam que, no Alto da Boa Vista, choveu 183 mm, média histórica para o mês de setembro era de 148 mm.

Na Estação da Grota Funda já choveu 150 mm. Antes, a média histórica era de 107 mm.

Às 12h10, várias vias tinham grande acúmulo de água. Pelo menos 4 estavam interditadas. Confira abaixo:

Zona Oeste

  • Av. Ministro Ivan Lins, altura do Hotel IBIS, na Barra da Tijuca, sentido São Conrado
  • Av. Ministro Ivan Lins, altura da Praça Euvaldo Lodi, na Barra da Tijuca, sentido São Conrado
  • Av. Armando Lombardi, altura do Barra Point, na Barra da Tijuca, sentido Recreio
  • Av. Armando Lombardi, altura da R. Aldo Bonadei, na Barra da Tijuca, sentido São Conrado
  • Av. das Américas, altura do Downtown, na Barra da Tijuca, sentido S. Conrado (pista central)
  • Av. das Américas, altura do Barra Garden, na Barra da Tijuca, Sent. S. Conrado (pista lateral)
  • Estrada da Barra da Tijuca, nº1.020, no Itanhangá, sentido Alto
  • Estrada da Pedra, em Guaratiba, próximo do número 5.000
  • Estrada dos Bandeirantes, em Varges Grande
  • Av. Epitácio Pessoa, sentido Rebouças, altura da R Fonte da Saudade
  • Av. Borges de Medeiros, altura da Praça Marcos Tamoyo
  • R. Humaitá – Alt. R. da Saudade – Humaitá – sentido Lagoa
  • Rua do Catete, altura da R Silveira Martins, no Catete – INTERDITADA
  • Rua do Catete, altura da R Pedro Américo, no Catete – INTERDITADA
  • Rua Prof. Saldanha, altura da R. Jardim Botânico – INTERDITADA
  • Rua Jardim Botânico, altura da R. Pacheco Leão, no Jardim Botânico – INTERDITADA
  • Lagoa-Barra, entrada do túnel Zuzu Angel, em São Conrado, sentido Lagoa

Pedestre tenta se proteger de alagamento nas grades do Jardim Botânico — Foto: Reprodução/ TV Globo

Entregador de gelo tenta atravessar alagamento na Rua Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio — Foto: Reprodução/ TV Globo

Rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico, se transformou em um rio — Foto: Reprodução/ TV Globo

Alagamento na Rua Pacheco Leão, no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio — Foto: Cristina Boeckel/ G1

Ruas do Catete viraram um rio

No Catete, na Zona Sul, um rio se formou na esquina das ruas do Catete com Silveira Martins.

O ponto, próximo ao Museu da República, é conhecido pelos alagamentos.

O trânsito não foi interrompido, mas poucos motoristas se arriscam a passar no meio da água. Alguns carros foram abandonados.

Mulher é carregada para atravessar enchente no Catete, na Zona Sul — Foto: Reprodução/ TV Globo

Poucos motoristas se arriscavam a passar pela esquina das ruas do Catete com Silveira Martins, na Zona Sul do Rio — Foto: Reprodução/ TV Globo

No Catete, na um rio se formou na esquina das ruas do Catete com Silveira Martins — Foto: Reprodução/ TV Globo

Colchão arrastado em Rio das Pedras

Em Rio das Pedras, um colchão foi arrastado para o meio da rua. Chove forte desde a noite de segunda (21) e os moradores fizeram um esforço para tentar desentupir os bueiros.

Comerciantes colocaram tapumes na tentativa de evitar que a água dos alagamentos entrasse nas lojas.

A chuva também atingiu alguns centros de saúde da cidade. No Centro Municipal de Saúde Dr. Alvimar Carvalho, em Pedra de Guaratiba, a água escorreu do teto no local onde os pacientes aguardam por atendimento.

Na Clínica da Família Manuel Fernandes de Araújo, na Pavuna, as calhas entupiram e parte do teto cedeu.

Na Clínica Vila do João, na Maré, parte do teto de gesso já tinha caído por causa de outra chuva, mas não houve reparo e o problema piorou. A Rio Saúde informou que acionou a empresa de manutenção para fazer o conserto.

Na Clínica da Família Manuel Fernandes de Araújo, na Pavuna, as calhas entupiram e parte do teto cedeu — Foto: Reprodução/ TV Globo

No Centro Municipal de Saúde Dr. Alvimar Carvalho, em Pedra de Guaratiba, a água escorreu do teto no local onde os pacientes aguardam por atendimento. — Foto: Reprodução/ TV Globo

Às 10h15, houve registro de chuva muito forte na Grota Funda; e forte no Recreio, Santa Cruz, Jardim Botânico e Guaratiba.

Às 10h30, os aeroportos Santos Dumont e Galeão operavam com a ajuda de instrumentos.

Às 11h05, o trecho do corredor Transoeste do BRT, entre as estações Santa Veridiana e Santa Cruz, foi fechado. A circulação da linha 10 (Santa Cruz – Alvorada) foi interrompida.

Chuva forte provoca alagamento na Muzema

Segundo o boletim das 10h40, havia o registro de alagamentos nas regiões da Muzema, Jardim Maravilha e na Avenida Vereador Alceu de Carvalho.

Pela manhã, as vias com maior acúmulo de água eram as avenidas Ministro Ivan Lins e Armando Lombardi, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste. Porém, ao longo da manhã foram registrados bolsões d’água nas avenidas Niemeyer, das Américas e Ayrton Senna.

Equipes da prefeitura trabalham também para limpar a Rua Humaitá e as avenidas Borges de Medeiros e Francisco Bicalho, onde bolsões d´água se formaram.

Rio tem bolsões d’água e pontos com acúmulo de água no começo da manhã desta terça-feira (22) — Foto: Reprodução/ TV Globo

Quedas de árvores, galhos e poste

Entre a noite de segunda e a madrugada desta terça-feira (21 e 22/09), foram registradas sete quedas de árvores no município do Rio, sendo quatro em andamento e três já finalizadas.

Há também uma queda de poste na Estrada Roberto Burle Marx, altura do nº 4181, em Barra de Guaratiba. A via está parcialmente ocupada.

Queda de árvore provoca trânsito na Lagoa

Rajada de vento e frente fria

De acordo com o Inmet, às 9h foram registradas rajadas de vento de 61,6 km/h no Forte de Copacabana, na Zona Sul.

O tempo deve seguir instável por causa de uma frente fria que se desloca lentamente. O céu segue encoberto, com chuva fraca a moderada no período da manhã e chuva moderada a forte isolada a partir da tarde.

Os ventos serão predominantemente moderados, com ocasionais rajadas de intensidade forte. Os termômetros devem registrar máxima de 22ºC.

VÍDEOS: As notícias sobre a chuva no Rio

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui