Coelho evita falar de futuro e explica missão no Corinthians: “Quero que eles voltem a sorrir”

0
24
Coelho evita falar de futuro e explica missão no Corinthians: “Quero que eles voltem a sorrir”

Um dia depois de o presidente Andrés Sanchez afirmar em entrevista coletiva que o Corinthians está no mercado em busca de um treinador, o interino Dyego Coelho venceu a sua primeira partida no comando do time, por 3 a 2 contra o Bahia, na Neo Química Arena, pelo Brasileirão.

Técnico do sub-20, ele evita projetar o seu futuro para os próximos dias. O Timão volta a campo na próxima quarta-feira, na Ilha do Retiro, diante do Sport.

– Eu tenho que fazer o meu trabalho. A gente já deixou bem conversada a minha situação. Sou funcionário do clube, se ele (Andrés) precisar de mim, estarei sempre a disposição para ajudar. Só quero fazer meu trabalho e passar confiança aos jogadores. Espero, junto com eles, dar continuidade nisso.

Dyego Coelho na vitória do Corinthians contra o Bahia — Foto: Marcos Riboli

O Corinthians abriu o placar numa jogada ensaiada de escanteio: Fagner cobrou na entrada da área, e Otero pegou de primeira. A bola ainda desviou em Gilberto antes de entrar.

– É uma situação que a gente vem treinando, temos que passar confiança para os caras. Quero passar essa situação de confiança, quero que eles voltem a sorrir, a ter alegria. Corinthians é assim mesmo, eles mesmos falaram quando acabou o jogo. A torcida faz muita falta, nunca imaginei jogar sem eles.

Coelho explicou ainda sobre as chances a Roni e Xavier. Os volantes de 21 e 20 anos, respectivamente, entraram na equipe como titulares, jogaram com muita personalidade e foram destaques. Roni, inclusive, marcou um gol em chute de fora da área.

Os gols de Corinthians 3 x 2 Bahia, pela 11ª rodada do Brasileirão

– A escolha do Xavier e Roni vem muito com a maturidade que o grupo tem quando acontece uma escolha assim. Quero primeiramente agradecer aos jogadores por tudo que estão fazendo, principalmente pelos que estão saindo para a entrada dos mais jovens. E a moral que eles deram pros meninos. Não vem só do merecimento deles, mas também da galera que está com eles, da moral, da confiança que eles deram aos meninos. Não é uma mudança fácil, mas eu e os meninos tivemos o respaldo de todos. Aceitaram muito bem – declarou.

Veja mais trechos da coletiva:

Manutenção do meio-campo com Xavier e Roni

– Temos que continuar trabalhando, vendo o que tem de errado, passar confiança aos jogadores. Estamos caminhando. A gente está em uma situação que estamos conseguindo competir, estamos trazendo isso de volta. Hoje é curtir a vitória, e mais uma vez agradecer pelo empenho dentro de campo, principalmente no final. É trabalhar, pensar no próximo jogo, aí vemos quem continua.

Discussão com Mano Menezes

– Não tive discussão com o Mano, eu reclamei do tempo com o árbitro. Jamais vou discutir com alguém do nível do Mano.

Gol de jogada ensaiada

– A jogada foi treinada ontem, uma situação de bola parada ofensiva. Eles fizeram muito bem no treino. Nosso trabalho é passar confiança para eles entrarem e fazer o melhor.

Defesa segue sendo vazada

– Vamos melhorar com trabalho, passando confiança para eles, resgatar aquela parte defensiva que o Corinthians tinha. Já está melhorando. Eles já estão cientes do que tem que melhorar. O importante hoje é deixar eles mais leves com a vitória, para amanhã voltarmos a trabalhar.

Sobre Roni

– A gente já vem junto há bastante tempo. Se não me engano está no clube há 14 anos (16 anos, na verdade). A gente lembra de muita coisa quando a gente estava subindo. Eu olho para ele hoje e fico muito feliz com o trabalho que a base vem fazendo. Sei da luta, não preciso nem ficar falando aqui. É um menino fantástico, trabalhador, que realizou um sonho hoje. Desejo tudo de bom, o menino merece.

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui