Filha de vereador da Bahia denuncia o pai por suposta agressão: ‘ele é um monstro’

0
16
Filha de vereador da Bahia denuncia o pai por suposta agressão: ‘ele é um monstro’

O presidente da Câmara de Vereadores da cidade de Campo Formoso (BA), José Alberto de Carvalho (PSD), conhecido por Zé Lambão, foi acusado de agressão no último domingo (12), pela filha Rafaella Carvalho, de 18 anos.

Rafaella Carvalho fez o Boletim de Ocorrência (BO) contra o pai e em seguida postou um vídeo em suas redes sociais explicando como a situação aconteceu. Segundo a jovem, a agressão foi cometida durante uma reunião familiar em uma chácara da cidade.

Segundo Rafaella, o comportamento agressivo do pai é costumeiro. A jovem afirma que o pai já chegou a agredir a mãe em outras situações.

No vídeo que circula na internet, a jovem afirma que o pai tem uma personalidade agressiva e que fica acentuada quando toma bebida alcoólica. Segundo Rafaella, o pai não gosta que ela chore e isso desencadeou a agressão.

O motivo do choro e desfecho da discussão

Rafaella afirmou que estava ajudando o pai na cozinha, quando ele começou a falar sobre a faculdade e a desmerecer o esforço da jovem, dizendo que ela não conseguiria concluir o curso. Naquele momento, ela começou a chorar e o pai a teria segurado pelo braço, desferido várias agressões e a trancado no quarto. Rafaella afirma que só conseguiu sair do quarto quando um amigo da família interveio e a tirou da chácara.

Outro vídeo foi postado no Instagram de Rafaella Carvalho.

Nele, a mãe da jovem se pronunciou e afirmou que “todos se sentem aliviados por ela estar longe dele”.

Histórico do vereador ‘Zé Lambão’ na Justiça

No vídeo e visivelmente alterada, Rafaella relembrou que em 2016 o pai foi preso em flagrante por homicídio após uma discussão no bar do povoado de Poços, na cidade de Campo Formoso.

De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima teria sido morta injustamente após cobrar do vereador a promessa de que levaria água encanada para uma comunidade necessitada. Zé Lambão estava bebendo e ficou nervoso com a cobrança, logo foi em sua casa para pegar uma arma, retornou ao bar efetuando nove disparos contra o cidadão, que não resistiu aos ferimentos e faleceu às 14h30 no local.

Na época, o vereador conseguiu a liberdade, mas Rafaella alega que essa liberdade se deu porque o pai “tem dinheiro” e por isso acredita ser uma pessoa livre de penalidades.

Outros episódios de agressão

A jovem foi questionada sobre outros supostos episódios de agressão e prontamente ela relembrou que o pai a afogou na piscina quando ela tinha 14 anos, devido a uma senha do celular, ela não detalhou. “Porque ele é um monstro, ele sempre foi isso, ele é um lixo”, disse.

Rafaella está hospedada na casa de uma amiga e aguarda para fazer o exame de corpo de delito. A estudante afirma que não se sente segura em Campo Formoso e tem planos para sair do país para morar com a mãe, que vive nos EUA. Segundo a suposta vítima o pai a ameaçou.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui