Prefeito de Itabuna (BA), Fernando Gomes se desculpa após frase polêmica

0
13
Prefeito de Itabuna (BA), Fernando Gomes se desculpa após frase polêmica

Fernando Gomes (PTC), o prefeito de Itabuna na Bahia, concedeu entrevista para tentar explicar a declaração “morra quem morrer”, a qual deu após decidir pela reabertura do comércio de sua cidade. Gomes tentou se explicar dizendo que estava sob pressão.

O prefeito afirmou que as pessoas dizem palavras soltas, com raiva, pois estão sob pressão. O prefeito se justificou afirmando que não colocaram o que ele havia dito antes. Ele ainda afirmou que nenhum ser humano aguenta a pressão que está sofrendo.

Na rua

O prefeito da cidade baiana afirmou que, diferentemente do governador, que está no palácio, o prefeito está no palácio e também está nas ruas.

Fernando Gomes relatou que existem 82 leitos no Hospital de Base de Itabuna, sendo 10 deles de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ele iria abrir o comércio da cidade e então na segunda-feira (29) aumentou o número de infectados com o novo coronavírus.

Isso fez com que a Santa Casa ficasse lotada, assim como os 10 leitos de UTI do Hospital de Base de Itabuna. E com esta situação, o prefeito é quem tem que dar um jeito, segundo disse Fernando em contato com o site G1 nesta sexta-feira (3).

O prefeito de 81 anos e que está no quinto mandato na cidade de Itabuna, sul da Bahia, concedeu a entrevista na última quarta-feira (1). Ele estava falando sobre a reabertura do comércio de Itabuna, e sua fala repercutiu negativamente em todo o Brasil.

Os planos da prefeitura de Itabuna era que o comércio reabrisse no dia 1, mas os planos foram adiados diante do registro de 100% de ocupação dos leitos de UTI para pacientes contaminados com o novo coronavírus, depois que recebeu um alerta da Procuradoria Jurídica do Município.

115 dias de portas fechadas

Em sua retratação, o prefeito afirmou que o comércio não-essencial em sua cidade está fechado há 115 dias, porém, ele garantiu que não há nenhum tipo de descaso com a vida da população. Gomes garantiu que está arrependido da declaração.

Toque de recolher

Um dia após a declaração de Fernando Gomes, Rui Costa, o governador da Bahia, decretou toque de recolher em Itabuna.

Gomes explicou que já havia tomado esta decisão por três vezes, porém, na última vez, a Justiça suspendeu o decreto municipal.

Reabertura do comércio

O prefeito da cidade da Bahia reafirmou o seu desejo de abrir o comércio da cidade, mas com segurança. Gomes afirmou que quer abrir comércio com segurança, e que se ele tivesse 20 leitos disponíveis, reabriria o comércio imediatamente. Fernando Gomes afirmou que é preciso ter normas, que seu decreto é duro. Ele disse que o comércio deve abrir às 9h e fechar as portas às 16h, com todos usando máscaras e álcool em gel na porta dos estabelecimentos comerciais.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui