Suspeito de matar e atear fogo em corpo de jovem em Tabaporã (MT) é preso

0
7
Suspeito de matar e atear fogo em corpo de jovem em Tabaporã (MT) é preso

A Polícia prendeu nesta quinta-feira (2), um homem de 21 anos suspeito do assassinato da jovem Jaqueline dos Santos. O corpo da vítima, de 24 anos, foi encontrado carbonizado e com perfuração no crânio no último dia 20 de junho, próximo a um frigorífico da cidade de Tabaporã, a 643 quilômetros de Cuiabá (Mato Grosso). Ela estaria tendo um caso extraconjugal com o acusado, que também é casado e não teve seu nome revelado.

Quando preso no escritório de advocacia da Mulher, foram encontrados com o rapaz a arma do crime, um aparelho celular usado para manter contato com Jaqueline, além do celular da própria vítima.

O acusado também acabou detido por posse irregular de arma de fogo.

Outra pessoa detida foi a mulher do suspeito, que é advogada em Tabaporã, por conta do mesmo crime. Porém ela foi posta em liberdade após pagamento de fiança que havia sido arbitrada.

O caso

De acordo com informações passadas pela família da vítima, no dia 19 de junho (sexta-feira), por volta do meio-dia, Jaqueline deixou sua filha de um ano aos cuidados de uma vizinha e disse que voltaria logo, mas não retornou.

No dia seguinte a polícia recebeu uma denúncia relatando que um corpo carbonizado havia sido encontrado em uma área rural, próximo ao frigorífico da cidade. Ele foi reconhecido pelos familiares como sendo o da jovem desaparecida.

Vítima marcou encontro com o suspeito

De acordo com as investigações da polícia, Jaqueline havia marcado um encontro com o suspeito, com o qual mantinha um caso extraconjugal há cerca de quatro meses. Ele a levou até o local onde ela foi encontrada morta.

Após uma conversa, o suspeito atirou na cabeça da jovem.

Depois ele foi até um posto de combustível para comprar o etanol usado para incendiar o corpo da vítima, que possivelmente ainda estava viva quando o suspeito ateou fogo nela.

O suspeito foi levado para a cadeia pública de Porto dos Gaúchos, onde ficará à disposição da Justiça. Ele responderá por feminicídio, crime praticado com emprego de fogo e impossibilidade de defesa da vítima.

O suspeito é conhecido na cidade por fazer postagens na internet cobrando autoridades políticas.

Assassinada a tiros com filho no colo

Também nesta quinta-feira (2), uma mulher de 46 anos foi assassinada a tiros. O caso aconteceu no bairro Vila Nova, em Alta Floresta, cidade que fica a 800 quilômetros de Cuiabá (MT). A vítima segurava o filho no colo.

De acordo com informações passadas pela Polícia Civil, a vítima estava junto com outra pessoa quando foi abordada por dois elementos que estavam em uma moto. O homem que estava na garupa desceu e ordenou que a vítima passasse a criança para a pessoa que estava junto com ela. Em seguida ele fez vários disparos contra a mulher e, antes de fugir, atirou duas vezes para o alto.

A mulher ainda foi socorrida e levada para uma unidade de saúde, mas não resistiu e morreu.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui