Caso ‘Homem Pateta’: PCDF descobre paradeiro do criminoso que aterroriza crianças na web

0
9
Caso ‘Homem Pateta’: PCDF descobre paradeiro do criminoso que aterroriza crianças na web

A PCDF (Policia Civil do Distrito Federal) está investigando o perfil Jonatan Galindo, mais conhecido como Homem Pateta, que tem aterrorizado crianças além de ser acusado de induzir as mesmas a tirarem a própria vida. Os perfis na rede social Facebook usam como foto de perfil uma imagem de um homem caracterizado como o personagem da Disney, Pateta.

De acordo com informações, uma ação da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente descobriu através de informações dadas pela Interpol, que o autor do perfil do “Homem Pateta” seria da Itália e já foi preso no país.

‘Homem Pateta’ ainda não fez vítimas no Brasil

O perfil Jonatan Galindo, o “Homem Pateta” segue espalhado pelo Facebook, de acordo com informações as investigações ainda estão no início, mas os primeiros passos já foram dados para confirmar se a identidade do suspeito de começar o perfil do ‘Homem Pateta’ é real.

A Polícia de Brasília ainda não registrou nenhuma ocorrência relacionada ao perfil Jonatan Galindo, mas já se foi apurado que o perfil existe desde 2017. Ele se aproxima de crianças e adolescentes com imagens perturbadoras que aterrorizam os menores.

Mesmo ainda não havendo casos no Brasil, a preocupação é grande, já que os perfis já apresentam conteúdo em português.

Ameaças vindas antes do ‘Homem Pateta’

O “Homem Pateta” não é a primeira ameaça que preocupa pais e responsáveis. Em 2017, em uma rede social da Rússia, o desafio da “Baleia Azul” viralizou e teve uma onda de tentativas de tirar a própria vida ligadas a ele, as vítimas eram crianças e adolescentes.

O desafio chegou ao Brasil, aqui também fez várias vítimas, mas foi logo identificado e o alerta dos pais e responsáveis sobre o conteúdo visitado pelos jovens ajudou a cessar o desafio.

Após a “Baleia Azul” veio a “Boneca Momo”, que foi inspirada em uma lenda japonesa, ela tinha o mesmo objetivo que o desafio anterior, mandava mensagens com ameaças e fazia com que a vítima tirasse a própria vida.

‘Homem Pateta’ na mira do polícia

Além da polícia civil do Distrito Federal, o criminoso está na mira do Ministério Público também, que foi acionado para auxiliar na investigação do perfil.

Rodrigo Delmasso, vice-presidente da Câmara Legislativa no Distrito Federal, pediu que o conteúdo relacionado ao perfil Jonatan Galindo fosse retirado da internet.

Ainda pediu a aplicação de multa no valor de R$ 1 milhão ao dono do perfil. Esse valor será revertido para ONGs que cuidam de jovens e crianças em situação de vulnerabilidade.

Além da polícia, o próprio Facebook já tinha tomado medidas para conter os criminosos por trás do perfil Jonatan Galindo. A rede social afirmou estar retirando do ar, páginas e perfis com conteúdo que incentivem a automutilação.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui