Coronavírus: Laboratório fecha acordo com países da Europa para fornecer vacina

0
6
Coronavírus: Laboratório fecha acordo com países da Europa para fornecer vacina

A corrida dos laboratórios pelo mundo por uma vacina contra o coronavírus segue firme, e as expectativas de que hajam traços positivos em algum teste já movimentam os países em busca de doses para vacinar as pessoas contra a Covid-19.

Quatro países da Europa assinaram nesta semana um acordo com o grupo AstraZeneca, um dos que está na “guerra” para buscar a vacina, para o fornecimento de doses de um potencial produto quando este estiver disponível e devidamente seguro.

UE contra coronavírus

Alemanha, Holanda, Itália e França são os países que assinaram o acordo de fornecimento de vacina com a AstraZeneca.

O governo alemão foi quem fez neste sábado (13) o anúncio do acerto entre o grupo farmacêutico e os quatro países.

Ao todo, serão destinadas 300 milhões de doses da vacina desenvolvidas pela empresa para as quatro nações europeias, e está também aberto para outras nações da União Europeia. A AstraZeneca se comprometeu a fornecer para os países da região as vacinas contra o coronavírus caso estas forem pedidas pelas nações.

“Para que as vacinas estejam disponíveis em grande quantidade muito rapidamente após sua eventual aprovação neste ano ou no próximo, as capacidades de produção devem ser garantidas por contrato desde agora”, disse o comunicado do governo alemão.

A entidade tem como ideia garantir de forma antecipada doses da vacina e acordos com laboratórios para ter tal privilégio de poder contar com cargas iniciais do produto para poder ser usados em seus cidadãos.

Corrida contra o tempo

Normalmente, vacinas podem demorar até anos para serem desenvolvidas antes de irem para o mercado. Mas a pressa em conseguir uma vacina para o coronavírus tem feito com que laboratórios tenham mais carga para poder trabalhar e antecipar o período de entrega.

O tempo estimado para que a vacina contra a Covid-19 seja disponibilizada em público é de 12 a 18 meses.

Algumas vacinas estão já na fase de testes, que poderão possibilitar se estas não terão problemas para serem disponibilizadas ao público.

O governo alemão estima que, até o final do ano, a chance de uma vacina segura ser comercializada é grande devido aos esforços para imunizar pessoas e evitar novas ondas da doença.

Segundo informação, a AstraZeneca se comprometeu a fornecer aos países da UE até 400 milhões de doses.

Brasil está na lista da vacina contra o coronavírus

O Brasil, país que vem testemunhando uma forte ascensão de casos da Covid-19 pode também receber doses da vacina desenvolvida pela empresa. Pascal Soriot, diretor-geral da AstraZeneca no Reino Unido, afirmou que o país é um dos que a empresa teria interesse em acordo para fornecimento de vacina.

Soriot colocou o Brasil ao lado de Rússia, China e Japão como nações que podem acertar acordos com a empresa para o fornecimento de vacinas contra o coronavírus, que estaria já em sua terceira fase de desenvolvimento e testes.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui