Fábio Faria, marido de Patricia Abravanel, vai assumir o Ministério das Comunicações

0
5
Fábio Faria, marido de Patricia Abravanel, vai assumir o Ministério das Comunicações

Nesta quarta-feira (10), o presidente Jair Bolsonaro anunciou que o Ministério das Comunicações vai voltar e ser desmembrado do atual Ministério da Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações e que o deputado Fábio Faria vai assumir a nova pasta.

Há algum tempo o Governo Bolsonaro iniciou uma aproximação com o Centrão, grupo sem bandeiras ideológicas, que no passado o presidente criticava e tinha prometido que não faria o “toma lá da cá”.

O decreto de recriação do Ministério das Comunicações foi publicado no Diário Oficial da União, e o genro de Silvio Santos, o deputado federal Fábio Faria, casado com a apresentadora Patrícia Abravanel, vai chefiar a pasta.

Em seu perfil oficial no Facebook, Bolsonaro anunciou que o ministério foi recriado e que o deputado assumirá a pasta. Abaixo, nos comentários, o presidente postou uma foto ao lado de Fábio Faria e Silvio Santos.

No Twitter, Marcos Pontes, ministro da da Ciência e Tecnologia, falou sobre o assunto e desejou sucesso ao novo ministro e falou que ele pode contar com seu apoio para organizar a pasta. Com a volta dessa pasta, o governo Bolsonaro passa a possuir 23 ministérios.

Recriado o Ministério das Comunicações pelo Presidente Bolsonaro. Continuamos juntos a compor a equipe do governo no comando da Ciência, Tecnologia e Inovações. Desejo sucesso ao Min. Fábio, que conta com meu apoio para organizar o novo Ministério.@jairbolsonaro @mctic @secomvc

— Marcos Pontes (@Astro_Pontes) June 11, 2020

No governo Temer, a pasta foi fundida ao Ministério de Ciência e Tecnologia.

A criação do Ministério das Comunicações ocorreu em 1985, pelo então presidente José Sarney.

Fábio Faria é genro de Silvio Santos

O deputado federal Fábio Faria é filiado ao PSD do Rio Grande do Norte. Ele compõe o Centrão e está no quarto mandato como deputado. Conforme o site do deputado, ele é formado em administração de empresas, pela Universidade Potiguar (UnP), e casado com a apresentadora Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos.

O deputado e seu pai, Robinson Faria, foram delatados por Ricardo Saud, da JBS. Segundo o delator, eles teriam recebido R$ 10 milhões para que a Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte fosse privatizada e favorecesse a empresa na disputa da estadual. O caso foi arquivado, não havendo provas suficientes contra Fabio.

A Procuradoria Geral da União desistiu do arquivamento e devolveu o caso para a Justiça Eleitoral do Rio Grande do Norte.

O deputado também foi delatado por executivos da Odebrecht sobre um suposto recebimento de caixa 2. O inquérito também foi arquivado por não haver provas suficientes.

Velha política

O presidente Jair Bolsonaro falou sobre a recriação do ministério e sobre o deputado Fábio Faria assumir a pasta. Ele disse que o governo vai ter alguém que não é do setor, mas que tem conhecimento, por conta da proximidade com a família de Silvio Santos.

O presidente Jair Bolsonaro negou que a indicação de Fábio Faria para assumir o ministério das Comunicações seja por conta de apoio político.

Nas últimas semanas, os integrantes do governo iniciou uma aproximação com o grupo e nomeou integrantes do Centrão a cargos dentro do governo.

A diretoria do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) foi para Garigham Amarante Pinto, indicado pelo Partido Liberal. Ele era assessor do deputado Wellington Roberto, homem de confiança do ex-presidente do partido Valdemar da Costa Neto, que foi condenado no escândalo do Mensalão. O Partido Progressista também fez a sua indicação, dentro do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas.

Promessa de governo

Jair Bolsonaro sempre criticou a velha política e essa foi uma das suas bandeiras durante a campanha eleitoral de 2018. Ele sempre afirmou que no seu governo formaria um ministério técnico, no entanto, as últimas escolhas do presidente vieram através de indicação política, e a entrada de Fábio Faria no governo é vista como movimento político de Bolsonaro.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui