Latino é acusado de não pagar conta de R$ 9 mil em hospital

0
11
Latino é acusado de não pagar conta de R$ 9 mil em hospital

Vídeo do Dia: Internauta afirma que Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank são um ‘desastre’ como pais

O cantor Latino vira e mexe está sempre se envolvendo em uma confusão, seja com mulheres ou por outros motivos. Roberto Souza Rocha, como é conhecido é ex-marido da cantora Kelly Key (com quem também já se envolveu em algumas confusões), com que esteve casado entre o período de 1999 até o ano de 2002. Depois disso foi casado em mais duas oportunidades, com Mirella Santos (de 2004 até 2009) e com Rayanne Morais (de 2014 até 2015). Para completar a sua lista de polêmicas, o cantor agora está sofrendo um processo do hospital paulistano Albert Eintein, por um atendimento que foi feito ao artista em 2016.

O processo contra Latino

O cantor Latino tem uma acusação do Hospital Albert Einstein de não pagamento de uma dívida no valor de R$ 9 mil, resultado de exames de laboratórios e medicamentos que ele recebeu em 2016. Na ocasião, ele não usou nenhum tipo de convênio, preferiu um atendimento particular, de onde gerou esse valor. O hospital entrou com uma ação na 41.ª Vara Cível do Fórum João Mendes Júnior, uma comarca localizada na cidade de São Paulo. O site Notícias da TV conseguiu ter acesso aos documentos que estão inclusos na ação. Nele, o Hospital Albert Einsten informou que o dono da música “Festa no Apê” deu entrada na unidade no dia 5 de outubro de 2016, às 21h05.

Descrição dos serviços realizados no cantor Latino

Após dar entrada, Latino foi consultado por um médico e depois encaminhado para fazer exames de laboratório. Dentre esses exames realizados, estavam o exame contra a dengue e outro para diagnóstico de chikungunya ou zika vírus. Todas essas informações estavam na nota fiscal que foi anexada ao processo.

Houve ainda uma medicação indicada no hospital: um remédio antitérmico e soro contendo analgésico. Após o uso da medicação e depois que foi verificada uma melhora em seu quadro clínico, ele teve alta durante a madrugada do dia 6 de outubro de 2016, exatamente às 1h51. O artista ficou na unidade hospitalar por volta de cinco horas, o que gerou a conta de R$ 7 mil.

Porém, se acrescentarmos os juros e correções monetárias, a dívida ultrapassa os R$ 9 mil.

Latino recebeu atendimento e não pagou

Na versão do hospital, Latino assumiu toda a responsabilidade pelo seu tratamento e internação sem convênio nenhum, fez tudo pelo particular. Após receber atendimento e se retirar, o compositor não procurou mais a unidade que ficou com o valor em aberto. Mesmo sendo procurado por várias vezes, não obteve sucesso em receber a quantia e resolveu entrar com um processo contra ele. Mesmo diante da situação, o hospital se mostrou aberto a participar de uma audiência de reconciliação ou de mediação, se houver interesse por parte do cantor.

O problema é que, na época do atendimento, ele morava na cidade de São Paulo e, agora mora no Rio de Janeiro.

Isso fez com que ele não recebesse a intimação da Justiça. A unidade de saúde recorreu à Justiça carioca para que fizesse a notificação.

Procurada pelo site Notícias da TV, a noiva e também advogada do cantor revelou desconhecer qualquer dívida que Latino tenha com a referida instituição. Ela terminou informando que ele tem plano de saúde e que, inclusive, ao chegar de uma viagem esse ano, ele teria sido atendido pelo hospital.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui