Empresário invade casa, assassina mãe da ex-mulher e morre depois em MS

0
11
Empresário invade casa, assassina mãe da ex-mulher e morre depois em MS

Uma Mulher de 48 anos foi morta a tiros por seu ex-genro, de 36 anos, na noite deste segunda-feira (11), em Costa Rica, cidade que fica a pouco mais de 300 quilômetros de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. O homem também deixou gravemente ferida sua ex-mulher e depois atirou contra a própria cabeça. Tudo foi presenciado pelo filho de 11 anos, que correu até um quartel da Polícia Militar para pedir ajuda.

De acordo com informações registradas no Boletim de Ocorrência, o empresário Weber Barcelos da Silveira, conhecido como Boy, chegou na casa das vítimas, que fica na Rua 25 de Dezembro, e se deparou com o ex-sogro na varanda.

O homem perguntou se a ex-mulher estava no local e ao receber a resposta afirmativa entrou no local e imediatamente iniciou os disparos. O filho do casal, de 11 anos, correu até um batalhão da Polícia Militar, que fica próximo da casa, para pedir ajuda aos policiais, que haviam escutado os disparos. Desesperado, o garoto contou que seu pai estava matando sua mãe.

Ex-sogra morreu no local

Os policias foram até a casa e encontraram Elza Lima Soares, próximo à porta da casa, já sem vida. Ela tinha ferimento de entrada e de saída de tiro no tórax. Já Weber se encontrava perto do corredor que dá acesso à cozinha, e também estava morto. Ele apresentava um ferimento na cabeça.

Já a ex-mulher do atirador, Roseli Costa Soares, de 28 anos, foi socorrida em estado grave e levada para o hospital da cidade, onde foi constatado que ela foi ferida com dois disparos.

Mesmo com a gravidade de seu quadro ela conseguiu conversar com os policiais e disse que o ex chegou na casa atirando sem que antes houvesse qualquer discussão. Ela disse ainda que a mãe teve um “ato heroico” ao se colocar na frente da linha de tiro para protegê-la.

Além do menino de 11 anos, também estavam na casa a irmã dele e uma terceira criança.

O Conselho Tutelar foi acionado e ficou tomando conta dos menores.

Wilson Santos, marido de Elza, disse que Weber chegou em um Fiat Palio perguntando sobre sua filha. Após o homem entrar ele escutou os disparos e viu o neto saindo correndo em direção ao batalhão da polícia. Ele então foi para os fundos da casa e pegou uma vassoura para se defender quando se deparou com o atirador caído com um ferimento na testa.

A arma usada no crime, uma pistola .40, foi apreendida pelos policiais. Também foram recolhidos 11 munições intactas, dois carregadores quatro estojos e dois projéteis.

Testemunhas relataram que Weber não aceitava o fim do relacionamento com Roseli e cometeu o crime por ciúmes. O caso foi registrado como tentativa de feminicídio, pois ele tentou matar a ex-mulher, homicídio qualificado por motivo fútil, no caso da sogra, e suicídio.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui