Bolsonaro afirma lamentar as mortes por Covid-19 ocorridas no Brasil

0
10
Bolsonaro afirma lamentar as mortes por Covid-19 ocorridas no Brasil

Na última segunda-feira (11), o presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a falar dos mortos por coronavírus no Brasil e destacou que lamenta cada uma das mortes que aconteceram no território nacional ao longo da pandemia.

De acordo com informações fornecidas pelo site G1, as afirmações de Bolsonaro foram feitas na porta do Palácio da Alvorada, a residência oficial do presidente.

Na ocasião, Jair Bolsonaro foi questionado se gostaria de se pronunciar acerca do número de mortos por Covid-19 no Brasil, que atingiu a marca dos 10 mil no último fim de semana. É possível afirmar que em todo o mundo somente outros 5 países ultrapassaram a barreira das 10 mil mortes.

De acordo com informações fornecidas pelo Ministério da Saúde, até a última segunda-feira 11.519 pessoas haviam morrido no Brasil. Além disso, foram confirmados 168.331 casos em todo o país até a data citada anteriormente.

Após ser questionado a respeito das mortes, Bolsonaro afirmou que lamentava muito todas elas, mas a única coisa que poderia ser feita diante dessa situação é tratar com zelo os recursos públicos destinados ao combate do novo coronavírus.

De acordo com o presidente da República, várias denúncias estavam surgindo de vários lugares diferentes e algumas pessoas chegaram a ser presas pela Polícia Federal por desviar verba. De acordo com o presidente, ele também se sente pesaroso com esse tipo de questão, visto que é necessário gastar menos dinheiro em um momento como esse.

Ainda no último sábado (9), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e o do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, chegaram a declarar luto de três dias em decorrência das 10 mil mortes ocorridas no Brasil.

Devido à medida, todas as comemorações e festividades ficaram proibidas nos poderes Judiciário e Legislativo na esfera federal.

Bolsonaro se referiu com descaso à pandemia

Nos primeiros momentos da pandemia, logo que a situação passou a ser encarada dessa forma pela Organização Mundial de Saúde, Jair Bolsonaro chegou a fazer uma declaração bastante infeliz sobre a situação que o mundo enfrentava. Na ocasião, o vírus ainda não havia impactado o Brasil.

O presidente da República chegou a se referir a Covid-19 como uma “gripezinha” ou um “resfriadinho”. Além disso, após a chegada da doença no Brasil, Bolsonaro afirmou que se tratava de uma histeria por parte da sociedade o tratamento que vinha sendo dado a essa questão.

Também se mostra válido destacar que Bolsonaro chegou a se dirigir aos veículos de comunicação brasileiros para pedir que parassem de espalhar “pavor” a respeito do novo coronavírus quando, na verdade, tais veículos tentavam somente expor a gravidade da situação no país.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui