Uso de máscaras de proteção passará a ser obrigatório no estado de São Paulo

0
13
Uso de máscaras de proteção passará a ser obrigatório no estado de São Paulo

Nesta segunda-feira (4), em mais uma entrevista coletiva concedida no Palácio dos Bandeirantes, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou novas medidas para tentar conter o avanço do novo coronavírus no estado, que é onde se encontra o epicentro da pandemia no Brasil.

Uma das medidas anunciadas torna obrigatório, já a partir da próxima quinta-feira (7), o uso de máscaras de proteção em todo o estado para quem estiver andando nas ruas. No transporte público essa obrigatoriedade passou a valer já nesta segunda-feira (4).

Sobre as punições para quem for pego desobedecendo às normas, o governador disse que isso caberá às prefeituras. Doria também não deu detalhes de como funcionará a fiscalização ou se os infratores serão multados.

Até esta segunda, mais de 8.500 pacientes em todo o estado se encontravam internados em enfermarias ou Unidades de Terapias Intensivas (UTI).

26 mil mortes

Doria também defendeu o isolamento social, imposto no estado em 24 de março, e disse que se não fosse por essa medida o número de vítimas fatais pela Covid-19 seria em torno de 26 mil.

O índice de isolamento social neste domingo (3), de acordo com o monitoramento feito pelo governo, foi de 59%.

Dados divulgados também neste domingo (3) apontam que São Paulo responde por quase 50% dos óbitos em todo o país. Em todo o estado foram registradas 2.627 mortes de pacientes provocados pelo novo coronavírus, sendo 41% novos óbitos nas últimas 24 horas. Já o número de casos confirmados era de 31.772, sendo 598 novos desde o balanço anterior.

A maioria absoluta das mortes e casos confirmados do coronavírus ainda se concentra na capital, porém os casos têm se alastrado pelas cidades do interior. Do total de 645 municípios paulistas, 153 já registraram ao menos uma morte pela Covid-19. Casos da doença já foram confirmados em residentes de 332 cidades.

Interdição de vias provoca congestionamento

Nesta segunda-feira (4), com o objetivo de restringir a circulação de pessoas, várias vias da cidade de São Paulo foram bloqueadas pela prefeitura.

O resultado disso foi a formação de congestionamentos, que em seu horário de pico chegou a 21 quilômetros. Washington Luís, Raimundo Pereira de Magalhães, Radial Leste, Carlos Caldeira Filho e na Estrada de Itapecerica, foram os locais de maior lentidão durante a manhã.

O secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Edson Caram, disse que essa medida foi para estimular as pessoas a ficarem em isolamento social e “criar um desconforto para quem sair de casa”.

Nesta terça as medidas serão ainda mais duras, com a liberação de vias apenas para a circulação de ônibus.

Não perca a nossa página no Facebook!

© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Veja Mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui